Archive for the ‘medicina macabra’ Category

14 agulhas menino operado com dezenas de agulhas no corpo

dezembro 23, 2009

Médicos retiram 14 agulhas de corpo de menino em segunda cirurgia

A TARDE On Line*

A equipe médica do Hospital Ana Neri retirou, na segunda cirurgia do garoto M.S.A., de 2 anos, realizada na tarde desta quarta-feira, 23, 14 objetos do corpo do menino, entre agulhas e fragmentos de agulhas. Durante o procedimento foram extraídos objetos da musculatura da coluna, região abdominal, bexiga e intestino delgado.
 
Segundo avaliação da equipe, o resultado foi considerado positivo e o menino evolui bem, com quadro estável, apesar de delicado. A situação também se manteve estabilizada durante toda a cirurgia, que durou três horas e meia. A criança já está na UTI, tem acompanhamento da mãe e evolui bem. Ele deverá permancer sem alimentação  durante 24 horas até que o intestino retome o funcionamento normal.

O planejamento inicial previa a retirada de apenas três agulhas, na bexiga e intestino. A retirada de objetos do fígado era hipótese considerada remota pelos médicos, devido ao risco de sangramento. Durante a operação, porém, a equipe de quatro cirurgiões contou com um aparelho intensificador de imagens, o que lhes permitiu visualizar melhor os objetos e proceder sua retirada, inclusive do fígado, sem complicações.

O menino ainda permanece com cerca de 13 agulhas no corpo, algumas em regiões periféricas, sem colocar em risco órgãos importantes. Outras, porém, localizadas na região do tórax e canal medular, preocupam os médicos, segundo o médico cirurgião pediátrico Bráulio Xavier Neto, pois poderiam causar lesões. Para evitar que isso aconteça, uma terceira cirurgia poderá ser marcada pelos médicos, após avaliação de um neurocirurgião, ainda sem previsão de data.

Em algumas áreas os médicos descartam, a princípio, a possibilidade de efetuar algum procedimento para remover os objetos, com é o caso de uma agulha presa no osso do púbis, abaixo do abdome, já que a cirurgia seria complicada e de risco.

Trauma – A criança deu entrada às 13h desta quarta, no centro cirúrgico do Ana Neri. Este é o segundo procedimento ao qual o paciente é submetido desde que foi internado com 30 agulhas dentro do corpo. Em 18 de dezembro, os médicos retiraram duas agulhas do pulmão do menino e duas do coração, com resultado considerado um sucesso.

Durante as preparações que antecederam a operação desta quarta, o garoto estava apreensivo e resistente ao toque dos médicos. O serviço de psicologia da unidade acredita que esse comportamento seja motivado pelo trauma sofrido pelo garoto, quando torturado pelo padrasto Roberto Carlos Magalhães, preso em local não revelado.

* Colaborou Samuel Lima e Lília de Souza